Horta urbana

Viva Agroecologia inaugura viveiro PANC no Parque do Ibirapuera

Viva Agroecologia inaugura viveiro PANC no Parque do Ibirapuera

O Galpão do Viveiro Manequinho Lopes promoveu, no Parque do Ibirapuera, a inauguração do primeiro canteiro para a produção de mudas de PANC em viveiros públicos. A atividade faz parte do projeto Viva Agroecologia e as mudas, quando estiverem maiores e prontas para plantio, serão distribuídas para implementação de canteiros PANC em escolas municipais paulistanas.

Na ocasião, o pesquisador Nuno Madeira, da Embrapa Hortaliças, mostrou diversas espécies de PANC, apresentando seus usos, origens, formas de manejo e propagação, para que os presentes, a maioria parceiros do projeto em outros viveiros onde haverá o cultivo destas espécies (como o CEMUCAM e o Parque do Carmo) e representantes do Manequinho Lopes, tenham condições de orientar suas equipes sobre seu manejo.

“É importante que haja um manejo agroecológico, com a construção de um solo rico e a consorciação de espécies. Se houver monocultura de PANC, vai dar praga”, explicou Madeira, que trouxe, entre muitas espécies interessantes, o caruru, que tem 33% de proteína e pode ser usado como o espinafre, e o cará roxo, que rende batatas de 30 kg que duram muito tempo.

Também estiveram presentes na atividade a professora Thais Mauad, da Faculdade de Medicina da USP e a química, escritora e especialista em alimentação saudável Conceição Trucom. Ambas participarão do HortiPANC, um evento totalmente voltado para o tema das PANC e sua relação com a saúde. “Conheço muita gente que quer conhecer e comer as PANC”, relatou Trucom, que tem um site em que divulga receitas sobre essas espécies. O festival, que terá oficinas de gastronomia, debates e uma feira com produtos frescos provenientes de agricultores da região de São Paulo, acontecerá nos dias 30 e 31 de agosto na Faculdade de Medicina da USP. Mais infos sobre o HortPANC em breve, aqui no nosso blog.

Fonte: Viva Agroecologia